Primeiros socorros - Como agir em situações de emergências

Você já ficou sem saber como agir diante de situações de emergências cotidianas?

É natural passar por algumas dessas circunstâncias, em algum momento da vida. Ter uma reação assertiva poderá salvar vidas e preparar o paciente para o atendimento especializado da equipe médica.

Este post vai mostrar para você meios práticos de agir nessas urgências. Confira!

Engasgos

Os engasgos são um problema muito comum e que geram um grande pânico. A manobra Heimlich é a melhor solução para casos de engasgo. Apesar de o nome ser complicado, essa técnica é simples e pode ser feita com os seguintes passos:

  1. Abrace a pessoa engasgada por trás, na altura do abdômen;
  2. Se for um adulto, você fica em pé atrás da pessoa, no caso de crianças, é mais fácil ficar de joelhos;
  3. Coloque uma das mãos na boca do estômago, enquanto com a outra mão vai comprimindo e movimentando a região para dentro e para cima, como se quisesse levantar a pessoa.

AVC

O AVC é um problema em que os primeiros socorros podem ter um grande impacto. Normalmente, a pessoa que tem AVC perde a força em um dos lados do corpo, fica com a boca torta para um dos lados, tem dificuldades para conversar e andar, além de tontura e desequilíbrio. Por isso, ele procura algum lugar para se apoiar. Então, ajude ela a se apoiar e, se for deitá-la, garanta que ela está de lado, para que a língua não faça com que engasgue.

No caso do AVC, ou da suspeita do mesmo, chamar a ambulância é a maior prioridade. Quanto mais rápido for o atendimento,maiores as chances de sobrevivência e menores as sequelas. Se ela estiver inconsciente, você pode fazer massagem cardíaca e a respiração boca a boca. Jamais dê comida, água ou algum remédio para a vítima.

Nós temos um e-book completo onde falamos mais sobre o AVC e sua prevenção. Clique aqui para acessar!

Pancadas na cabeça

Após uma batida na cabeça, é importante observar se ocorrem alterações no comportamento como alterações de equilíbrio, presença de náuseas, vômitos, sonolência e aumento do “galo” ou inchaços no couro cabeludo.

Se essas alterações forem observadas, deixe a pessoa em repouso sentada ou na posição deitada de lado, evitando movimentação abrupta da cabeça (isso poderá desencadear episódios de náuseas e vômitos).

Mantenha a cabeça alinhada em relação ao corpo e encaminhe a emergência para avaliação médica o mais rápido possível. 

Para saber mais sobre pancadas na cabeça, acesse aqui.

Fraturas

Em casos de fraturas, o primeiro passo é colocar o membro na posição mais natural possível e sem causar desconforto. A orientação mais precisa é evitar que a pessoa movimente a região fraturada e encaminhe o paciente o mais rápido possível para o pronto-socorro.

No caso da fratura exposta, você realiza os mesmos procedimentos, sem tentar fazer com que o membro volte à posição normal. Além disso, como a pele foi rompida pela fratura, você pode controlar hemorragias com algum pano limpo.

Queimaduras

De acordo com a Sociedade Brasileira de Queimados, no Brasil ocorrem aproximadamente um milhão de casos de queimaduras a cada ano. Em casos de queimaduras mais simples, o primeiro passo é colocar a área queimada embaixo da água fria por 10 minutos e não passar nenhum produto na área atingida. Também pode usar compressas úmidas ou frias. Se as queimaduras foram causadas em grandes extensões do corpo ou substâncias químicas ou eletricidade, é necessário acionar uma ambulância com extrema urgência.

Cortes e sangramentos

Em casos de cortes superficiais, você irá lavar as mãos e a ferida com bastante água e sabão. Também pode aplicar um antisséptico, secando o local e aplicando uma gaze ou pano limpo para cobri-lo. O algodão não é recomendado neste caso.

Se o corte for mais profundo, é preciso controlar o sangramento. Para isso, use uma gaze ou pano limpo sobre o corte, fazendo pressão sobre o mesmo. Se ele não for muito profundo, o sangramento deve parar em alguns minutos.

Caso haja algum pedaço de objeto cravado no corte, você não deve retirá-lo, pois isso pode causar um sangramento ainda maior. Procure elevar o membro e ir para uma emergência. Além disso, jamais coloque álcool ou outra substância sobre o ferimento. Use apenas água e sabão.

Agora você já sabe as ações práticas para lidar com algumas situações de emergência

Lembre-se que essas ações imediatas não substituem o atendimento médico. Diante de qualquer uma dessas situações venha ao hospital o quanto antes. O Hospital Anchieta está à disposição com o pronto-socorro 24h para recebê-lo. Se quiser saber mais informações, entre em contato com a gente!

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário