Exame de Imagem: Quais destes você está deixando de fora

Exame de imagem: quais destes 5 você está deixando de lado?

Cuidar da saúde deve ser uma das suas grandes prioridades, em busca de uma vida mais longa e feliz. Entre os fatores que evoluíram imensamente nos últimos tempos está o exame de imagem.

Este tipo de diagnóstico melhorou muito com as novas máquinas e tecnologias e, desta forma, é possível detectar eventuais problemas com maior precisão.

Pensando nisso como forma de cuidado com a saúde, vamos listar alguns dos principais exames de imagem. Quais deles não fazem parte da sua rotina, mas podem se tornar um aliado na manutenção das condições físicas perfeitas?

Densitometria óssea

A densitometria óssea consegue calcular a massa óssea do corpo humano, indicar possíveis perdas e qual o tamanho delas, facilitando a análise dos médicos.

Por isso, ajuda em diagnósticos de osteoporose e osteopenia, doenças comuns nas pessoas idosas com fatores de risco, tais como uso prolongado de corticoides. Este tipo de exame utiliza baixas quantidades de raio-X, com doses de radiação extremamente baixas, tornando seu uso bastante seguro.

Ultrassonografia

Outro exame bastante comum, mas que muitos deixam passar, é a ultrassonografia. Com ela, é possível ter uma avaliação de muitas estruturas do corpo humano. A sua utilidade é bastante grande para que os médicos possam analisar órgãos internos, ainda mais em casos das vísceras sólidas, como fígado, baço, pâncreas e rins por exemplo. Sendo assim, torna-se mais fácil identificar possíveis problemas nestas estruturas.

A grande vantagem da ultrassonografia em relação a outros exames de imagem é o fato de não utilizar radiação e de fácil aquisição. Por isso, também é usada sem maiores problemas na gestação, como exame de rotina.

Tomografia computadorizada

A Tomografia Computadorizada é um dos exames de imagem que teve sua importância aumentada com o desenvolvimento da tecnologia, tornando a aquisição de suas imagens mais rápidas, com melhor qualidade e de forma mais segura já que nos equipamentos mais modernos utiliza quantidades menores de radiação.

É capaz de analisar praticamente qualquer parte do corpo humano, tendo papel de destaque na avaliação das estruturas vasculares, ósseas, abdominais e cranioencefálicas, permitindo reconstruções em 3D e em diferentes planos.

Mamografia

Outro exame muito importante e que não pode ser deixado de lado é a mamografia, fundamental no rastreamento das neoplasias mamárias bem como no acompanhamento em pacientes com diagnóstico estabelecido.

A aquisição das imagens também se faz com a exposição a raios-X para analisar o tecido mamário. Considerando que o câncer de mama é um dos mais incidentes entre as mulheres e possuindo excelente resposta a terapêutica quanto mais precoce o diagnóstico, fica clara a importância deste tipo de acompanhamento.

Ressonância Magnética

Por fim, podemos citar um tipo de exame cada vez mais rebuscado pela evolução tecnológica: os exames de ressonância magnética. As ressonâncias magnéticas são capazes de produzir imagens de altíssima resolução, com distinção de cores, divididas em três planos: horizontal, vertical e em camadas. 

Esse exame não emite radiação, portanto não há contraindicação em relação à quantidade de ressonâncias que um paciente pode fazer. É muito utilizada em análises neurológicas, ortopédicas, abdominais, cervicais e cardíacas. Sendo capaz de identificar diversas doenças como esclerose, câncer, infartos, fraturas ósseas, tendinites, hérnia de disco e tantas outras. 

Consultar médico periodicamente é o primeiro passo para manter a saúde sempre em dia, ele que irá recomendar os exames necessários. E marcar sua consulta ou exame de imagem nunca foi tão fácil, só clicar aqui.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário