5-sinais-que-é-hora-de-visitar-um-neurologista

5 sinais de que é hora de visitar um Neurologista

Você sabe o que é um neurologista? Ou quais doenças esse médico trata? O profissional especializado em neurologia é aquele responsável por diagnosticar e tratar problemas do nosso sistema nervoso e neuromusculares. Mas, afinal, quando é necessário visitar um neurologista?

Todos nós já tivemos, algum dia, dor de cabeça. Ela pode aparecer por diversos motivos diferentes, mas nem sempre associados a doenças. Estresse, falta de sono e até mesmo usar óculos ou lentes de contato com grau errado podem causar esse desconforto. Normalmente, a visita ao neurologista não é indicada nessas situações.

O nosso sistema neurológico é responsável pelo comando do corpo. Desde funções básicas como falar e andar, até os mecanismos mais internos do organismo, é ele quem manda. Assim, alguns sintomas precisam ser observados com bastante cautela, a fim de manter a saúde em dia.

Doenças tratadas por um neurologista

Quando apresentamos alguns sintomas específicos ou temos alguma doença, é necessário consultar com um médico especializado na área e buscar o tratamento ideal.

Quer saber mais sobre tratamentos neurológicos? Acesse e descubra o centro NeuroAnchieta!

Listamos as principais condições tratadas por médicos neurologistas:

  • Dor de cabeça;
  • Distúrbios de sono e movimento;
  • Demências;
  • Tumores;
  • Crises convulsivas e epilepsia, etc.

Sinais de que é preciso visitar um neurologista

O nosso corpo apresenta alguns sinais de quando algo não está funcionando muito bem.

  1. Dor de cabeça

A dor de cabeça é o primeiro sinal que deve ser observado. Mesmo que não pareça ser um problema sério, ela não deve ser ignorada, afinal, pode ser um alerta! Caso o desconforto seja muito agudo, repentino, ou venha acompanhado de outros sintomas (como vômito ou problemas de visão), a visita ao médico é fortemente recomendada, inclusive na urgência, se preciso.

  1. Formigamento e dormência

Outros dois alertas que merecem atenção são: formigamento e dormência. Da mesma forma que a dor de cabeça, esses também podem significar muitas coisas. O cuidado é redobrado quando a frequência aumenta ou não se sabe a causa. Atenção: quando atingir apenas um lado do corpo, ainda mais se afetar fala e visão, isso pode ser um Acidente Vascular Cerebral (AVC). Nesse caso, vá ao hospital o mais rápido possível!

  1. Confusão Mental e lapsos de memórias

Confusão mental e lapsos de memória são sinais importantes. Estresse e insônia podem estar relacionados, mas nem sempre. Esses são sintomas que podem indicar demência, o tão conhecido mal de Alzheimer é um bom exemplo disso: uma doença neurológica que atinge muitas pessoas e que piora muito com o passar do tempo.

  1. Alterações no sono

O sexto alerta tem a ver com o nosso sono. Muita sonolência durante o dia ou insônias intermináveis podem ser sintomas de doenças neurológicas. Se o seu sono não consegue trazer repouso, preste atenção.

  1. Fraqueza dos músculos

Por fim, fraqueza dos músculos é outro sinal a ser considerado. Nosso sistema neurológico comanda o corpo. Quando ele não está em pleno funcionamento, ações “simples” como mastigar ou andar simplesmente não acontecem. Se a fraqueza for recorrente, busque ajuda médica. Atenção: Uma fraqueza súbita e sem causa aparente pode também ser sinal de AVC, derrame. Procure um pronto-socorro o mais rápido possível.

A consulta com o neurologista

Se você já percebeu os seus sintomas e buscou um médico, está no meio do caminho.

Esse é o momento de falar sobre todos os sinais que o seu corpo te mostrou, inclusive aqueles que não damos muita atenção (como uma dor de cabeça, por exemplo).

Faça exames recomendados e, depois, mantenha o acompanhamento com o profissional.

Cuidar da saúde é importante e começa por você! Quer saber mais sobre como tratar algum sintoma neurológico? Agende sua consulta com um especialista!

2 Comentários

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário