Barulho intenso, envelhecimento, doenças que comprometem a circulação sanguínea e infecções estão entre as causas da perda de audição. Mas os mecanismos que levam à perda auditiva ainda não são completamente conhecidos. Na tentativa de melhor entendê-los, cientistas norte-americanos se voltaram para a formação das células responsáveis pela captação do som em mamíferos: as ciliadas.

Em um estudo com ratos, pesquisadores da Escola de Medicina da Universidade Johns Hopkins identificaram duas proteínas — a activina A e a folistatina — que controlam o nascimento dessas células estratégicas. E é sobre isso que a otorrinolaringologista do Hospital Anchieta, Dra. Larissa Vilela, fala em entrevista ao Correio Braziliense.